quarta-feira, 9 de abril de 2014

Cerveja e Chocolate: harmonização possível e saborosa


Duas paixões nacionais, o chocolate e a cerveja raramente são vistos como uma mistura atrativa. Porém, quando bem harmonizados, oferecem uma experiência única para o paladar. Nessa Páscoa, prove os novos sabores que a combinação proporciona. Segundo Daniel Wolff, sommelier de cervejas e diretor da rede de lojas Mestre-Cervejeiro.com, o segredo para uma boa parceria é encontrar a intensidade certa dos alimentos: a potência da dupla deve ser a mesma. “O ao leite, por exemplo, tem dulçor presente e aromas de torrefação, então é preciso uma cerveja que tenha um gosto mais maltado, com destaque para os maltes torrados, e um teor alcoólico mais baixo, sem tanto corpo, como as dos estilos Schwarzbier e a Munich Dunkel”, explica.
Para acompanhar o chocolate amargo, “mais potente”, as bebidas do estilo Porterou Stout, mais encorpadas e amargas, são as ideais. Com os brancos, as bebidas estiloKriek são a escolha mais conhecida. Contudo, o diretor da Mestre-Cervejeiro.com aponta que harmonizações menos convencionais, como chocolate branco com raspas de limão e cervejas de trigo, também podem funcionar.
Wolff ainda alerta que a degustação de cervejas de chocolate (contendo ou não o produto, já que algumas são simulações que levam baunilha e outros ingredientes) com a guloseima em si pode ficar enjoativa. “No caso dessas bebidas, como a Young’s Double Chocolate Stout ou a Brooklyn Black Chocolate Stout, é preferível harmonizar com uma sobremesa feita com banana, caramelo ou creme de leite”, afirma.

Fonte: Revista Casa e Jardim - Casa e Comida