terça-feira, 11 de fevereiro de 2014

Os perigos do acúmulo da gordura visceral

Imagem: Do blog BananaPost
Um dos principais fatores de risco para o diabetes tipo 2 é o acúmulo da gordura visceral, ou seja, a gordura acumulada na região abdominal, que também se concentra no fígado e entre os intestinos. Essa gordura obriga o pâncreas a produzir cada vez mais insulina para que a glicose consiga entrar nas células, o que estimula uma série de mudanças no metabolismo, como aumento da pressão arterial e das taxas de colesterol no sangue. Portanto, o ganho de peso pode significar o aumento da gordura visceral e, consequentemente, do risco de diabetes tipo 2.

Hábitos saudáveis e alimentação balanceada são excelentes aliados na prevenção do diabetes tipo 2, além de outras doenças.

Várias pesquisas já comprovaram os benefícios do vinho tinto à saúde, desde que consumido moderadamente. Por isso é possível considerar uma taça ao dia como um aliado na diminuição do risco de diabetes tipo 2. Porém, além do teor alcoólico, o vinho também pode ser extremamente calórico. Portanto, o exagero não só não reduz as chances do diabetes, como também eleva o risco.

Perca a barriga! Peso normal, mas barriga saliente, aumenta o risco de doença cardiovascular; faça 30 minutos de atividade física diária; durma bem; controle o stress; faça 6 pequenas refeições durante o dia, com calma, mastigando bem os alimentos; evite comer gorduras; prefira alimentos integrais; coma: frutas, mas não exagere, pois elas têm muito carboidrato e frutose (tipo de açúcar), queijo e iogurte, com moderação, amêndoas; Beba café descafeinado.



Fontes: Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC); Centro de Diabetes do Hospital Alemão Oswaldo Cruz; Hospital Albert Eistein; Universidade Harvard, nos Estados Unidos.